Informações sobre a Cortiça

A cortiça é um material ecológico, de origem vegetal e extraída da casca dos sobreiros.

Pode ser utilizada como uma matéria-prima e possui uma durabilidade e resistência invulgar, já que quando extraída do sobreiro, a cortiça volta a regenerar-se naturalmente – um processo de renovação ambiental que dura cerca de nove anos.

A cortiça é, acima de tudo, um material cem por cento natural, reciclável e reutilizável, contribuindo para uma sociedade moderna, amiga do meio ambiente e não poluente.

Atualmente, a cortiça é uma matéria-prima natural cuja utilização se estende a variadas utilizações, tais como revestimentos, isolamentos (térmicos e acústicos), fabricação de instrumentos, artigos de decoração, componentes para calçados, e para o sector industrial de diversos segmentos (decoração, acessórios de moda, etc).

Apesar de Portugal ser um país de pequena dimensão, é surpreendentemente o responsável por mais de 50% da produção mundial de cortiça. Outros produtores são os países vizinhos de Espanha, sul da França, sul da Itália, mais recentemente Marrocos, Argélia, Tunísia.

 

A CORTIÇA E O AMBIENTE

As florestas de sobreiros, designados de montados, são ecossistemas delicados e bastante específicos, que subsistem apenas na zona do Mediterrâneo, Argélia e Marrocos e em particular nas regiões do sul da península ibérica como Portugal, o país com a área mais vasta de sobreiros no mundo (Portugal tem hoje cerca de 730 mil hectares de floresta de sobreiros, representando 33% do total da cortiça existente por todo o mundo).

Os montados são hoje um património nacional e têm sido legalmente protegidos ao longo de séculos (Decreto-Lei 169/2001).